(84) 99828-4059
Detran - FEv-22

Acesso à água está mudando realidade de milhares de famílias no RN

Levar dignidade e esperança de uma vida melhor, além de mudar a paisagem das regiões potiguares que amargam com a aridez, é o objetivo de algumas das ações desenvolvidas pelo Governo do Estado. Por meio do Projeto de Desenvolvimento Sustentável do RN – Governo Cidadão e da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Sethas RN), estão sendo investidos R$ 33 milhões no acesso à água para milhares de famílias em mais de 70 municípios com recursos viabilizados pelo acordo de empréstimo junto ao Banco Mundial.

Promovendo segurança hídrica, alimentar e nutricional e facilitando a convivência com a seca, as ações vão desde implementação de sistemas de abastecimento de água a obras hidroambientais, por meio das tecnologias sociais, como passagens molhadas, barragens submersas e cisternas de calçadão.

A Associação Comunitária São Francisco da Aroeira, em Pedro Avelino, é uma das comunidades que estão recebendo essas benfeitorias, a partir do investimento de R$ 481 mil. A aplicação está mudando a vida dos 56 beneficiários e de suas famílias com a perfuração e instalação elétrica de um poço tubular profundo, da construção de um reservatório elevado e de uma rede de distribuição de água contemplando todas as casas da comunidade.

“Antes, para termos água para a alimentação, banho e tudo o mais, tínhamos de andar tanto que quase chegávamos ao município de Afonso Bezerra. Eram 12 quilômetros com os galões no lombo, para ter água. Até meus 41 anos, era assim a nossa lida. Eu já tinha perdido as esperanças de ter água na torneira de casa, mas com o projeto, tivemos esse grande presente”, contou Francisco Paulo, presidente da Associação de Aroeira.

No município de Ielmo Marinho, na Associação dos Produtores Agropecuários Nossa Terra, o investimento de R$ 208 mil possibilitou a construção de 16 cisternas do tipo calc¸ada~o. A tecnologia capta água da chuva por meio de uma estrutura de cimento de 200m², com reservatório de capacidade para 52 mil litros para cada um dos beneficiários, além da construção dos quintais produtivos, que já estão dando retornos significativos na renda familiar.

“Hoje, além de ter água encanada, limpa e tratada, temos a oportunidade de produzir frutas e hortaliças livre de agrotóxicos para o nosso consumo. O excedente, podemos vender para gerar renda extra para nosso sustento. Para se ter uma ideia, nos últimos meses, com a venda de coentro, cebolinha e alface, apuramos R$ 1300 por mês. Então, eu não tenho nem palavras para descrever a nossa felicidade”, contou o presidente da Nossa Terra, Jailson da Silva, destacando que, como contrapartida ambiental, a comunidade está promovendo a coleta seletiva, ação que muda a realidade do grupo e educa as antigas e novas gerações. “A coleta seletiva vem para ensinar a importância dessa prática aos adultos, e para disseminar seus benefícios com nossos filhos e netos”.

“Esses são alguns recortes dos benefícios do trabalho integrado desenvolvido pelo Governo do RN, a partir das aplicações feitas pelo Governo Cidadão. Nas diversas frentes desse grande projeto multisetorial estamos dando apoio técnico e financeiro para os investimentos prioritários voltados a implementação de elementos-chaves da estratégia de desenvolvimento regional. Seja financiando infraestruturas, seja viabilizando investimentos socioambientais e produtivos. O certo é que estamos lutando contra as desigualdades regionais, e levando dignidade ao povo potiguar”, finalizou o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro.

Fonte: Assecom

Postado em 18 de setembro de 2020
Classificados