(84) 99828-4059
RN 12/2021

Agricultores do RN terão crédito emergencial de R$ 9 milhões, anuncia governo

Os pequenos agricultores e produtores rurais terão acesso a uma nova linha de crédito para atravessar o período de estiagem. A governadora do Estado, Fátima Bezerra, anunciou um aporte de R$ 9 milhões através da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN), durante o lançamento da 59ª edição da Festa do Boi, nesta quinta-feira (21), em Parnamirim.

Segundo a governadora, os detalhes da nova linha de crédito estão sendo definidos pela equipe técnica da AGN, e devem ser anunciados oficialmente na próxima semana. “Cada pequeno agricultor ou produtor rural terá acesso a crédito no valor de R$ 5 a 10 mil para compra de ração concentrada, milho, sorgo ou torta de algodão, mas os detalhes estão sendo definidos, e a nossa previsão é de que o acesso ao crédito já esteja liberado na primeira quinzena de novembro”, explicou o secretário de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), Guilherme Saldanha.

O secretário Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar, Alexandre Lima, disse que esse crédito emergencial voltado à agropecuária “vai reforçar o trabalho que o governo vem fazendo com o “Credmais” e vai ser fundamental para que a agricultura familiar possa superar esse momento crítico em função da estiagem”.

Durante discurso no lançamento da Festa do Boi, a governadora fez crítica à política de preços de insumos para o produtor rural. “É inaceitável uma saca de milho acima de R$ 100. O Governo do Estado não pode fazer nada, porque isso depende da política de regulação de preço”, lamentou Fátima.

O governo se mantém atento à estiagem. “Estamos fortalecendo ações voltadas ao agronegócio. Criamos o Comitê de Convivência com a Seca para desenvolver ações concretas próximas ao produtor rural”, disse, citando o esforço para ampliar o crédito e o programa Mais Água, que vai instalar 655 poços artesanais, dos quais 300 já foram perfurados, num investimento de R$ 18 milhões.

A governadora demonstrou entusiasmo com a “reabertura das porteiras” do Parque Aristófanes Fernandes, destacando a grande dimensão da Festa do Boi e atuação do governo junto à feira. “Não temos medido esforços para chegar junto. Esse apoio tem sido crescente a cada edição. É uma das festas mais tradicionais, o maior evento agropecuário do Nordeste. E o momento é de fortalecer as políticas para o setor”, afirmou.

Postado em 22 de outubro de 2021
Agi