(84) 99828-4059
RN 12/2021

Agro Fraterno: Faern/Senar doa 300 cestas básicas às famílias de Mossoró

Por meio do Agro Fraterno, o Sistema Faern/Senar entregou nesta sexta-feira (29) 300 cestas de alimentos às famílias mais necessitadas das Comunidades Cordão de Sombra e Hipólito, em Mossoró. Ao todo, a Faern/Senar vai doar mais de 3 mil cestas contemplando mais de 22 municípios do Rio Grande do Norte.

“O movimento Agro Fraterno está acontecendo em todo o Brasil. Esse movimento nada mais é que uma doação, uma partilha da nossa produção. Nós não viemos aqui fazer assistencialismo. O que queremos aqui é partilhar”, destacou o presidente da FAERN, José Vieira.

“Quero dizer da nossa felicidade de estarmos reunidos aqui com o pessoal da zona rural de Mossoró. Vamos entregar aqui em Cordão de Sombra 150 cestas e outras 150 cestas no Assentamento Hipólito. Aqui é uma ação em conjunto com o Senar com a Faern e dizer que estamos muito felizes com essa parceria. Essa parceria está rendendo frutos”, ressaltou o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra.

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (SEMASC) também participou da ação através da logística e na seleção das famílias que receberam a complementação alimentar.

“É muito importante a gente ter este tipo de trabalho e ajudarmos aqui na organização, na identificação das pessoas que realmente precisam deste tipo de benefício. A parceria no geral é importante porque não se preocupa apenas com o agora, mas com o alimento na mesa do trabalhador e também com a geração de oportunidades para ele mesmo prover o seu sustento através de instrumentos de capacitação, para que ele possa plantar, semear e colher”, enfatizou Thiago Marques, secretário da SEMASC.

A cesta básica distribuída nesta ação é composta por oito itens e pesa aproximadamente 15 quilos. Ela chega numa boa hora para as famílias. Moradores do Cordão de Sombra I destacaram a importância da iniciativa.

“É satisfatório pra gente receber essa ação aqui na nossa comunidade. A cesta básica vem para nos ajudar. A zona rural é uma área onde a gente encontra muita dificuldade financeira. Uma ajuda como essa é bem-vinda e queira Deus que venham mais ações deste tipo”, falou o agricultor Patrício Ferreira.

“Vai ajudar muito a gente essa cesta básica que está sendo distribuída aqui. Cada dia os alimentos estão mais caros. O salário não está dando porque os alimentos estão ficando muito caros. Esta cesta vai dar para passar uns dias. A gente pede a Deus que as coisas melhorem”, Ozelita Antonia da Silva.

Postado em 1 de novembro de 2021
Agi