(84) 99828-4059
Sebrae topo

Inadimplência atinge 27% dos produtores rurais brasileiros, aponta estudo

Foto: Reprodução

Um levantamento realizado em todo o país pela Serasa Experian mostrou que 27% dos produtores rurais brasileiros estavam inadimplentes em novembro de 2022. Apesar da proporção aparentemente alta, o percentual é muito menor do que o da média geral do país: 43% da população adulta do Brasil em geral está com o nome negativado.

Para o head de Agronegócio da Serasa Experian, Marcelo Pimenta, considerando o nível nacional do estudo, o percentual de inadimplência indicado não deve ser visto como algo alarmante para o setor.

“Mesmo com os reflexos da pandemia e da instabilidade econômica, o agronegócio se mostrou forte e seguiu ocupando lugar como um dos principais motores econômicos do país”, afirma.

Segundo Pimenta, a inadimplência é um fator financeiro que acontece em todas as áreas, mas o agro tem baixa representatividade nesse cenário.

“A maior parte dos produtores rurais brasileiros consegue evitar a negativação e continua gerando empregos, cultivando e expandindo seus ganhos e mitigando os riscos de suas negociações” – Marcelo Pimenta

Sul e Sudeste têm menor negativação rural
Os dados do estudo revelaram, ainda, que em novembro de 2022 a região Sul registrou a menor fatia de negativação rural, com 14,8% dos produtores nessa situação. A análise das outras áreas do Brasil mostrou que o Sudeste veio logo em seguida, marcando 24,4%. Depois, em ordem crescente, estavam as regiões Centro-oeste (30,4%), Nordeste (32,9%), e Norte (38,4%).

Em nível estadual, a inadimplência dos produtores rurais se mostrou maior do que a da população geral somente no Maranhão e em Roraima.

Canal Rural

Postado em 9 de fevereiro de 2023

No Banner to display