(84) 98867-6113

No Banner to display

Lua alaranjada pode ser efeito de poluição na atmosfera, explica meteorologista

RJ – LUA – GERAL – Lua no Rio de Janeiro (RJ), nesta noite de sexta-feira (2). 02/10/2020 – Foto: ALESSANDRO BUZAS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O forte calor da última semana provocou um fenômeno diferente no céu brasileiro: a lua apareceu alaranjada em muitas cidades do país, incluindo a capital paulista.

Filipe Pungirum, meteorologista da Climatempo, disse à CNN que o efeito pode ser resultado de partículas de poluição presas na atmosfera, além de fuligem resultante de queimadas no Pantanal e demais locais.

“Sabemos que essas partículas em suspensão na atmosfera acabam alterando a coloração tanto do nascer como do pôr-do-sol. Como estamos com uma atmosfera bem estável, toda a poluição fica presa nessa camada mais baixa e ela tem a capacidade de mudar a coloração de alguns elementos no céu, como, por exemplo, nosso luar”, afirmou Pungirum.

O especialista afirmou que o calor continua em outubro, com pelo menos mais um registro de grandes temperaturas na segunda quinzena do mês. Nos próximos dias, porém, a passagem de uma frente fria pelo Sudeste deve amenizar o calor na região de São Paulo, Vale do Paraíba, sul Fluminense e na cidade do Rio de Janeiro

“Ao longo da próxima semana, essa massa de ar quente volta a predominar e vamos sentir calor novamente. Muitas cidades correm o risco de bater novos recordes de temperatura máxima”, prospectou.

Fonte: CNN Brasil

Postado em 6 de outubro de 2020

No Banner to display