(84) 99828-4059
Detran - FEv-22

Ministério das Relações Exteriores diz que trabalha para eliminar antidumping nas exportações de carne de frango

Foto: Ministério da Agricultura

Após a África do Sul anunciar a imposição de tarifas antidumping provisórias sobre a carne de frango com osso importada do Brasil e mais quatro países, o Ministério das Relações Exteriores, em trabalho conjunto com os ministério da Economia e da Agricultura, afirmou que está participando ativamente da investigação e reforçou apoio ao setor exportador nacional para que o exame seja concluído com a não imposição de direito antidumping definitivo.

“O Governo brasileiro tem acompanhado o caso com preocupação e, em particular a imposição de direito provisória, por tratar-se de um dos principais produtos da pauta bilateral de comércio e, principalmente, pela ausência de elementos que justifiquem a imposição da medida. No dia 15 de janeiro corrente, o Governo do Brasil protocolou manifestação técnica contra o relatório que embasou a imposição de tarifa provisória contra as exportações nacionais”, disse a pasta em nota enviada à reportagem do Canal Rural.

A pasta ainda lembrou que a tarifa imposta pela África do Sul sobre as importações brasileiras de carne de frango sem osso insere-se no contexto de investigação antidumping corrente, iniciada em fevereiro de 2021, sobre esses produtos, provenientes do Brasil, Irlanda, Espanha, Polônia e Dinamarca. O direito antidumping aplicado aos produtos brasileiros – de 265,1% – foi imposto no dia 17 de dezembro último, com caráter provisório, uma vez que a investigação segue em curso.

Canal Rural

Postado em 25 de janeiro de 2022
Classificados