(84) 99828-4059
Sebrae topo

Mortalidade de bezerros pode chegar a 10% no Brasil

Foto: Reprodução

No Giro do Boi desta quinta-feira, abordamos um tema de extrema importância para os criadores: o manejo de maternidade. Uma pesquisa feita pela empresa Be.Animal, liderada pelo professor Mateus Paranhos da UNESP, revelou que no Brasil a taxa de mortalidade de bezerros, do nascimento ao desmame, pode chegar a quase 10%.

Com cerca de 50 milhões de bezerros nascendo anualmente em nossas fazendas, isso representa a morte de aproximadamente cinco milhões de animais, a maioria por acidentes de manejo ou doenças. Estimando que um bezerro custe dois mil reais no estado de São Paulo, estamos falando de uma perda estimada de dez bilhões de reais por ano. É um valor extremamente significativo!

Sobre esse assunto, o médico veterinário Herlley Nunes, coordenador de território da Boehringer Ingelheim na região de Uberlândia, Triângulo Mineiro. Herlley destacou a importância de um manejo adequado e do acompanhamento constante para reduzir a mortalidade dos bezerros.

Herley explicou que, além de acidentes de manejo, doenças como diarreia neonatal e infecções respiratórias são grandes vilãs na mortalidade de bezerros. “A prevenção dessas doenças é fundamental para reduzir as perdas. Vacinação adequada, manutenção de um ambiente limpo e seco, e um acompanhamento rigoroso são essenciais”, destacou.

A Boehringer Ingelheim tem desenvolvido tecnologias e práticas inovadoras para ajudar os produtores a melhorar o manejo de maternidade. “Oferecemos consultoria especializada e produtos de alta qualidade que auxiliam na prevenção e tratamento de doenças em bezerros”, explicou Herlley. A implementação de protocolos de saúde e bem-estar animal tem se mostrado eficaz na redução da mortalidade e no aumento da rentabilidade.

Giro do Boi

Postado em 27 de junho de 2024

No Banner to display