(84) 99828-4059
Sebrae topo

Preços de alimentos e bebidas cai 0,51% em junho, a primeira queda desde setembro de 2022

Foto: Globo Rural

Os preços de alimentação e bebidas tiveram deflação de 0,51% em junho, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial no país. O recuo ocorre depois de uma alta de 0,94% em maio e a primeira retração de preços para o grupo desde setembro de 2022 (-0,47%). A taxa também está bem abaixo da média geral do IPCA-15, que ficou perto de zero, com variação de 0,04% em junho.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a queda de preços foi puxada principalmente pela alimentação no domicílio, que passou de alta de 1,02% em maio para recuo de 0,81% em junho.

Nesse movimento, as principais influências vieram de quedas em produtos como óleo de soja (-8,95%), frutas (-4,39%), leite longa vida (-1,44%) e carnes (-1,13%). Por outro lado, ovo de galinha (2,04%) e pão francês (0,72%) foram destaque entre as altas.

A alimentação fora do domicílio, por sua vez, desacelerou de 0,73% em maio para 0,29% em junho. Lanche (0,34%) e refeição (0,28%) tiveram altas de preços menores que em maio (1,08% e 0,46%, respectivamente).

No resultado acumulado em 12 meses até junho, os preços de alimentação e bebidas avançam 4,94%, ante uma alta de 3,40% para o IPCA-15 como um todo.

IPCA-15
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15) – considerado a prévia da inflação oficial no país – subiu em 0,04% em junho, após alta de 0,51% em maio, informou o IBGE. Em junho de 2022, o IPCA-15 tinha subido 0,69%. A taxa é a menor para um mês de junho desde 2020 (0,02%).

Com o dado de junho, o IPCA-15 acumula alta de 3,40% em 12 meses. É o menor resultado para um período de com o dado de junho, o IPCA-15 acumula alta de 3,40% em 12 meses. É o menor resultado para um período de 12 meses desde setembro de 2020 (2,65%). Até maio, o resultado em 12 meses era de 4,07%. Já o resultado acumulado do IPCA-15 nos primeiros seis meses de 2023 atingiu 3,16%.12 meses desde setembro de 2020 (2,65%). Até maio, o resultado em 12 meses era de 4,07%. Já o resultado acumulado do IPCA-15 nos primeiros seis meses de 2023 atingiu 3,16%.

Postado em 27 de junho de 2023

No Banner to display