(84) 99828-4059
Detran - FEv-22

Seridó: rio Barra Nova fica com água vermelha e Idema analisa causa

Foto: Sidney Silva

As águas do rio Barra Nova, que percorre o município de Caicó, no Seridó Potiguar, apareceram com a tonalidade vermelha no sábado (20). Segundo o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema), equipes do órgão estiveram no local para realizar vistorias durante o fim de semana, junto ao Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), e apurar as condições locais. A principal preocupação é que as águas do Rio vão para a barragem Barragem de Oiticica, localizada entre os municípios de Jardim de Piranhas, São Fernando e Jucurutu.

“Estamos fazendo coleta de água e enviando para laboratório para sabermos os resultados dessas análises e o que seria o material que está deixando a coloração avermelhada”, afirma Leon Aguiar, diretor geral do Idema. Ele explica que com o resultado da análise das amostras da água, o Idema também vai buscar investigar o nível de contaminação e a origem de lançamento da substância. Além disso, segundo Leon Aguiar, serão adotadas todas as medidas necessárias para correção do crime ambiental por auto de infração e multa decorrente de possível dano ambiental aos recursos hídricos superficiais. Para isso, o Idema vai realizar um levantamento das indústrias próximas ao rio para verificar o licenciamento ambiental e seguir com as investigações.

Estão participando do processo de análise o Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) e a Companhia de Águas e Esgotos (Caern) do estado. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN), também está colaborando com a investigação das condições das águas do rio Barra Nova e recolheu algumas amostras no fim de semana.

O professor de Ecologia Diógenes Costa está liderando o trabalho da UFRN e explica que foram recolhidas oito amostras emergências no ponto central da contaminação do rio Barra Nova, sendo quatro do solo e quatro da água. “O Ministério Público (MP/RN) recomendou que a análise seja feita pelo laboratório da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) e o prazo para os resultados leva em média duas semanas”, esclarece.

Segundo o docente, com o fim da análise, o parecer será dado pela Emparn em parceria com a UFRN. O professor observa que a principal preocupação no momento é que o curso de água do Rio Barra Nova vai para a Barragem de Oiticica, localizada entre os municípios de Jardim de Piranhas, São Fernando e Jucurutu. A Barragem conta com capacidade para acumular 590 milhões de metros cúbicos e será o terceiro maior reservatório do Rio Grande do Norte quando tiver suas obras finalizadas, com previsão para dezembro deste ano.

Tribuna do Norte

Postado em 23 de agosto de 2022
Classificados